Get Adobe Flash player

CartaoFundoBr

 

Ditados Gaudérios

Ditado Gaucho

Abichornado...
- como urubu em tronqueira.
- viúvo que se deu bem em casamento.

Mais afiada...
- que língua de sogra.
- que navalha de barbeiro caprichoso.

Alegre...
- como lambari de sanga.
- que nem paisano a meia-guampa.

Amarga...
- como erva caúna.

Mais amontoado...
- que uva em cacho.

Mais ansioso...
- que anão em comício.

Mais apertado...
- que queijo em cincha.
- que bombacha de fresco.
- que rato em guampa.

Mais apressado...
- que cavalo de carteiro.

Mais arisco...
- do que china que não quer dar.

Assanhado...
- como solteirona em festa de casamento.
- como lambari de sanga.
- como ganso novo em taipa de açude.

Mais assustado...
- que cachorro em canoa
- que cavalo passarinheiro.
- guri em cemitério

Mais atirado...
- que alpargata em cancha de bocha.
- capataz de estância grande

Mais atoa...
- que guri no mato.

Atrapalhado...
- que nem cego em tiroteio.
- que nem sapo em cancha de bocha.
- feito discurso de turco

Mais atrasado...
- que risada de surdo.

Babava...
- como boi com aftosa.

Tão baixinho...
- que quando peida levanta poeira do chão.

Baixo como...
- vôo de marreca choca.
- tamborete de china.
- umbigo de cobra.
- barriga de sapo.

De boca aberta...
- que nem burro que comeu urtiga.

Bom...
- como namoro no começo.
- como faca achada.

Bonita...
- que nem laranja de amostra.

Buliçoso...
- como mico de viúva.
- como gato de moça velha. Cara amarrada...
- como pacote de despacho.

Chato...
- como chinelo de gordo.
- como colchão de gordo
- que nem gilete caída em chão de banheiro.

Cheio...
- como corvo em carniça de vaca atolada.
- como penico em dia de baile.
- como barril de chopp em festa de crente.
- como bolsa de china.
- como mala de contrabandista.

Cheirando bem...
- como cogote de noiva.

Cobiçada...
- como anca de viúva nova e bonita.

Mais Colorida...
- do que bombacha de turco.

Mais comprido...
- que putiada de gago.
- que trova de gago.
- que esperança de pobre.
- que suspiro em velório.
- que cuspe de bêbado.

Mais conhecido...
- do que parteira de campanha.
- que feijão em cardápio de quartel

Mais constrangido...
- que padre em puteiro.

Contrariado...
- como gato a cabresto.

Coxuda...
- como leitoa no engorde.

Mais curto...
- que coice de porco.
- que estribo de anão.

Desconfiado...
- como cego que tem amante.

Devagarzito...
- como enterro de viúva rica.

Mais difícil...
- que nadar de poncho e dormir de espora sem rasgar lençol.

Dinheiro na mão de pobre é...
- como cuspe em ferro quente.

Dorme...
- atirado que nem lagarto.

Mais duro...
- que salame da colônia.

Engraxado
- que nem telefone de açougueiro.

Empacado...
- como burro de mascate.

Mais encolhido...
- que tripa grossa na brasa.

Enfeitado...
- como bidê de china.
- como bombacha de turco.
- como mula de mascate.
- como carroça de cigano.
- como quarto de china.
- como santo milagroso.
- como guaiaca de gringo.

Mais enrolada...
- que lingüiça de venda.
- que namoro de cobra.

Mais entravado...
- que carteira de sovina.

Esburacado...
- como poncho de calavêra.

Escasso...
- como pêlo em recavém de touro .
- como passarinho em zona de gringo.

Esfarrapado...
- que nem poncho de gaudério.

Esparramados...
- como dedos de pés que nunca entraram em botas.
- que pé de gringo.

Extraviado...
- que nem chinelo de bêbado.

Faceiro...
- que nem ganso novo em taipa de açude.
- como pica-pau em tronqueira.
- como mosca em tampa de xarope.
- como guri de tirador novo.
- como passarinho velho em gaiola nova.
- como lambari em poça d’água.

Mais fechado...
- que baú de solteirona.

Mais fedorento...
- que arroto de corvo.

Feia...
- como mulher de cego.

Mais feio...
- que indigestão de torresmo.
- que rodada de cusco em lançante.
- que briga de foice no escuro.
- que paraguaio baleado.
- briga de touro.
- facada na bunda
- tombo de mão no bolso.
- que sapato de padre.

Feliz...
- como pinto no lixo.
- como puta em dia de pagamento de quartel
- como milico em dia de soldo

Mais Fino
- do que assobio de papudo.

Firme...
- que nem palanque em banhado.
- que nem prego em taquara.
- como beliscão de ganso.

Folgada...
- como luva de maquinista, que qualquer um mete a mão.
- como peido em bombacha.
- como cama de viúva.

Mais por fora...
- que surdo em bingo.
- que cabelo de côco.
- que cotovelo de caminhoneiro.

Mais forte...
- do que peido de burro atolado.
- que porteiro de cabaré.

Frio...
- de empedrar água do poço.

Ganiçando...
- como cusco que levou água fervendo pelo lombo .

Mais gasto...
- que fundilho de tropeiro.

Gordo e lustroso...
- como gato de bolicheiro.
- como cusco de cozinheira.

Mais Gordo...
- que noivo de cozinheira.

Mais gostoso...
- que beijo de prima.

Mais grosso...
- que nem toco de açougue.
- que dedo destroncado.
- que parafuso de patrola.
- que papel de enrolar prego.
- que mandioca de dois anos.
- que rolha de poço.
- que porta de cofre.

Mais grudado...
- que bosta em tamanco de leiteiro.

Mais informado...
- que gerente de funerária.

Alma inquieta ...
- como galho de sarandi tocado pelo vento.

Mais intrometido...
- que piolho na costura.

Judiado...
- como filhote de passarinho em mão de piá.

De alma leve...
- como um passarinho.

Mais ligeiro...
- que enterro de bexiguento.

Liso
- como sovaco de santo.

Louco...
- como galinha agarrada pelo rabo.

Mais magro...
- que guri com solitária.

Maldoso...
- como petiço de guri.
- que rato de igreja.
- que sorro de grota.

Mais medroso...
- que velha em canoa.
- que cascudo atravessando galinheiro.

Mais metido...
- que merda em chinelo de dedo.
- que dedo em nariz de piá.

Nervoso...
- como potro com mosca no ouvido.
- como gato em dia de faxina.

Mais nojento...
- que mocotó de ontem.

Pacensioso
- como gato de bolicheiro.

Parado
- que nem água de poço .

Mais perdido...
- que peido em bombacha.
- que cusco em procissão.
- que cego em tiroteio.

Perfumado...
- como mão de barbeiro.

Pior...
- que jacaré sem lagoa.
- que cusco que caiu do caminhão da mudança.

Quente...
- como frigideira sem cabo.

Rebola mais...
- que minhoca nas cinzas.

Sabido...
- como sorro velho.

Seca...
- como tiro de 12 cano-serrado.

Sério...
- que nem defunto.
- feito delegado em porta de baile.
- que nem guri cagado.
- como guri que examina galinha para ver se tem ovo.

Sincero...
- como vaca pro touro.

Sofrendo...
- como joelho de freira na Semana Santa.

Sólita...
- como galinha em gaiola de engorde.

Mais sujo que...
- pau de galinheiro.

Sutil...
- como gato que vai pegar passarinho.

Tradicional...
- como embalagem de Maisena.
- como fórmula de Minâncora.

Tranqüilo...
- que nem cozinheiro de hospício.
- como água de poço.
- como capincho em taipa de açude.

Mais vagaroso...
- que tropeiro de lesma.

Mais virado...
- que bolacha em boca de velha.

Mais à vontade...
- que bugio em mato de boa fruta.

Vivo...
- como cavalo de contrabandista.

Mais velho...
- que andar de pé.

Mais apagado...
- que fogão de tapera

Branco...
- como aipim descascado

Mais caro...
- que argentina nova na zona

Cara amarrada...
- como pacote de despacho

Chorão...
- como terneiro novo

Doído...
- como guasqueaço em testa de negro, em comércio de carreira

Se espalhou...
-como pó de mangueira em pé de vento

Falso...
- feito cobra engambelando sapo

Firme...
- que nem palanque em banhado
- que nem prego em taquara
- feito prego em polenta
- como beliscão de ganso

Leve...
- leve pisada de gato

Mais medroso ...
- que velha em canoa
- que cascudo atravessando galinheiro

Vermelho...
- feito pitanga madura

 

 

propaganda W3alpha 1

propaganda W3alpha 2